Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Projetos Finalizados > Radar de Defesa Antiaérea de Baixa Altura SABER M60
Início do conteúdo da página

Radar de Defesa Antiaérea de Baixa Altura SABER M60

Publicado: Segunda, 29 de Junho de 2015, 12h39 | Última atualização em Segunda, 10 de Agosto de 2015, 18h00 | Acessos: 1519
imagem sem descrição.

Visão Geral

O Radar de Defesa Antiaérea de Baixa Altura SABER M60 (Sistema de Acompanhamento de alvos aéreos Baseado na Emissão de Radiofrequência) destina-se a integrar um sistema de defesa antiaérea visando à proteção de pontos e áreas sensíveis, como indústrias, usinas e instalações governamentais, permitindo a detecção de ameaças aéreas a distâncias de até 60 km.

            É integrável a sistemas de armas baseadas em mísseis ou canhões antiaéreos. Também é capaz de integrar-se ao Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA) e ao Sistema de Controle de Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), assim como a outros sistemas de interesse.

            O Radar SABER M60 teve sua Avaliação concluída com sucesso em 2010 e foi adotado pelo Exército em 2012, apesar de já estar em emprego desde 2011 em Unidades de Defesa Antiaérea no Exército, Marinha e Força Aérea, bem como atividades de Vigilância de Espaço Aéreo pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia – CENSIPAM. Até fevereiro de 2015 foram produzidos 25 (vinte e cinco) radares.

            O Radar SABER M60 possui baixo peso e elevada mobilidade, é acondicionado em caixas de transporte, podendo ser transportado por viaturas, aviões de pequeno porte, helicópteros, trens e embarcações, pode ser instalado no alto de edificações, e suporta a operação em todas as condições climáticas do território brasileiro. Estas características o tornaram indicado para emprego em operações de defesa externa, bem como em Operações de Garantia da Lei da Ordem e em Operações de Manutenção de Paz.

Características Técnicas

- Informações tridimensionais (distância, azimute e elevação) sobre os alvos aéreos, além de informações derivadas, tais como: velocidade e direção de voo (proa);

- Capacidade de classificação de alvos em helicópteros ou aviões, identificação do tipo de helicóptero e identificação amigo-inimigo (IFF);

- Baixa probabilidade de interceptação (LPI – Low Probability of Interception) resultante de uma baixa potência média de transmissão e de avançados meios de proteção eletrônica;

- Reconfigurável e atualizável facilmente, por ser construído com tecnologia de “hardware definido por software”;

- Elevada mobilidade e transportabilidade, podendo ser montado ou desmontado em menos de 15 minutos por uma guarnição de três homens e transportado em qualquer viatura de capacidade superior a 1 tonelada ou por helicópteros;

- Logística simplificada, pela disponibilidade de suprimento e manutenção de todos os escalões em território nacional;

- Representação gráfica de medidas de coordenação de Artilharia Antiaérea, tais como: Volume de Responsabilidade de Defesa Antiaérea, Estado de Alerta, Corredores de Segurança, entre outros, segundo o estabelecido na doutrina, podendo ser atualizado ou modificado, de acordo com a necessidade;

- Radar primário de alcance 60 km e radar secundário de alcance 80 km;

- Peso total bruto de 848 kg e peso total líquido de 357 kg.

Galeria de Imagens

  

Fim do conteúdo da página